Luh Duarte
Para cada coração confuso um flúmen de descobertas!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato


Doce como caramelo,
Sensível como a mais nobre lã,
Admira o tom amarelo,
Em seus dias de luta contempla tudo que é mais belo.
Ò menina dos labíos rosados,
Em teus braços me comprazo,
A tua luz ateia meu peito,
E uma paixão por ti,
Eu suspeito.




 
Luh Duarte
Enviado por Luh Duarte em 28/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários